Publicidades
ATENÇÃO
As pessoas mostradas neste site são tratadas como suspeitas, sendo presumida sua inocência.
Conforme inciso LVII artigo 5º da constituição federal:
"Ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado da sentença penal condenatória".

Teixeirópolis

Em Teixeirópolis Pai sequestra e ameaça matar o próprio filho de apenas um ano e meio

Publicado em - 31/10/2016 - 14:13:00
2678

O suspeito cometeu tamanha barbárie na suposta tentativa de reatar o relacionamento com a mãe da criança.

Uma criança de apenas um ano e meio foi mantida refém e ameaçada de morte com uma faca no pescoço, além de ter sido jogada no chão por várias vezes após ser sequestrada pelo próprio pai, Leandro Soares de Souza. O suspeito teria cometido tamanha atrocidade na suposta tentativa de reatar o relacionamento com a mãe da criança, que se negou a conversar a sós com o suspeito. A barbárie aconteceu na amanhã deste sábado (29), por volta das 08h30, no município de Teixeirópolis.

De acordo com a polícia, Leandro havia viajado com o filho para a cidade de Cerejeiras e, nesse período, a mãe da criança, no intuito de facilitar a separação definitiva do casal, retirou seus pertences da residência onde morava com o suspeito, levando-os para a casa dos seus pais. Enquanto estava fora da cidade, o indiciado teria, por duas vezes, ameaçado de morte sua amásia, por telefone.

Ao chegar de viagem, Leandro levou a criança até sua amásia e exigiu falar com a mesma a sós, na tentativa de reatar o relacionamento. Por ela ter-se recusado por medo, o suspeito sequestrou o próprio filho e passou a mantê-lo refém com uma faca no pescoço, ameaçando matar a criança caso sua exigência não fosse cumprida ou se alguém se aproximasse.

A Polícia Militar foi acionada e, ao chegar ao local, o suspeito empreendeu fuga mantendo como refém o filho de apenas um ano e meio, sendo que a todo tempo ameaçava tirar a vida da criança e a jogava no chão. Os policiais de Teixeirópolis, com auxilio de militares de Ouro Preto do Oeste, passaram a segui-lo até uma mata, onde realizaram o cerco. Com a ajuda de populares, dominaram e prenderam Leandro. A criança saiu ilesa, de acordo com o laudo de exame de corpo de delito.

O delegado Júlio Cesar, em decorrência da existência de provas da materialidade e de indícios suficientes da autoria dos crimes, autuou Leandro em flagrante pelos crimes de sequestro qualificado, constrangimento ilegal, maus tratos e ameaça. Devido à gravidade dos crimes, o suspeito foi recolhido à Casa de Detenção de Ouro Preto do Oeste, sem direito a fiança.

Matéria: gazetacentral
Fotos: gazetacentral

capa

Veja também

Publicidades