Publicidades
ATENÇÃO
As pessoas mostradas neste site são tratadas como suspeitas, sendo presumida sua inocência.
Conforme inciso LVII artigo 5º da constituição federal:
"Ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado da sentença penal condenatória".

Urupá

Polícia Civil de Urupá prende suspeito de Tentativa de Homicídio

Publicado em - 11/10/2017 - 14:20:55
3678

A Polícia Civil de Urupá, na manhã de hoje (11/10/2017) cumpriu Mandado de Prisão e Busca e Apreensão em desfavor do nacional Fagner Correia Rosa, vulgo "caixinha". Tais medidas cautelares foram cumpridas devido investigação iniciada pelo SEVIC da Delegacia em questão após tomar ciência de uma possível tentativa de homicídio ocorrida na cavalgada da festa de exposição agropecuária ocorrida nessa cidade.

Após o fato noticiado, os investigadores diligenciaram a fim de angariar indícios aos quais pudessem produzir provas do crime em tela e, após alguns dias, com o desenrolar dos fatos fora possível apresentar à Autoridade Policial, Dr. Ronaldo Carvalho Campos, Relatório Circunstanciado com a dinâmica do fato e indícios de autoria do envolvido sendo, em seguida, representado pela Revogação das Medidas Restritivas impostas pelo Judiciário em face ao investigado, uma vez que este  cumpre pena pelo crime de Roubo Qualificado e tinha o benefício de cumprir o restante da referida pena no Regime Aberto. Desta forma "caixinha" (como é conhecido) foi indiciado pelo crime de Tentativa de Homicídio e encaminhado ao presídio de Alvorada do Oeste onde ficará à disposição da justiça.

O crime de tentativa de homicídio ocorreu no dia 24/09/2017 dia que ocorreu a cavalgada de Abertura da exposição agropecuária de Urupá, na Rua Moisés Rodrigues.

Segundo informações colhidas pelo site urupa190 o suspeito Caixinha teria tido um desentendimento com as supostas vítimas por volta das 17h00min.

Os fatos:

“A vítima informou que Jackson que teria tido um desentendimento anterior com o cabeção e após algum tempo quando já retornavam para casa foram surpreendidos por um dos agentes (caixinha) que vinha correndo com a arma em punho em direção a vítima que estava dentro do carro, um corsa classic da cor preta e ao apontar a arma na direção do rosto da vítima, este ainda disse "que isso caixinha, sou eu o Matheus" o agente (caixinha) lesionou a vítima com o cano do revólver, momento em que outra pessoa jogou o carro um Vectra de cor prata sobre o agressor com a intenção de evitar que o agente atirasse na vítima, após isso o suspeito(caixinha) apontou a arma para Jackson que pegou um facão no assoalho do carro e saiu do carro e começou a correr atrás do agente momento em que o agente atirou ao menos duas vezes que depois fugiu sentido ignorado.”

 

Matéria: urupa190
Fotos: urupa190

capa

Veja também

Publicidades