Publicidades
ATENÇÃO
As pessoas mostradas neste site são tratadas como suspeitas, sendo presumida sua inocência.
Conforme inciso LVII artigo 5º da constituição federal:
"Ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado da sentença penal condenatória".

Porto Velho

Líderes da quadrilha que arrombou banco do brasil de Urupá são presos em Porto Velho

Publicado em - 15/12/2017 - 18:24:31
3217

Após o arrombamento ocorrido no banco do brasil no dia 28/10/2017 em que bandidos subtraíram armas, munições e coletes, Relembre no link abaixo:

Bandidos arrombam banco do Brasil de Urupá e levam armas, munições e coletes de vigilantes

capa

A equipe do SEVIC de urupá com apoio do núcleo de inteligencia do 1º batalhão de Porto Velho lograram êxito em identificar a quadrilha, relembre no link abaixo:

Policia Civil de Urupá Identifica suspeitos do furto ocorrido no Banco do Brasil, prende armas de fogo e objetos usados no crime

Passado alguns dias os policiais apresentaram a identificação dos bandidos que fizeram o roubo: relembre no link abaixo:

PC de Urupá apresenta organização criminosa responsável pelo furto do Banco do Brasil

capa

Após toda a investigação realizada pela equipe do SEVIC de Urupá, o delegado representou pela prisão dos envolvidos no crime, mandado este que foi concedido pela juíza do fórum de Alvorada do Oeste. No entanto os líderes da organização criminosa continuavam foragido.

No dia 14/12/2017 no município de porto velho a guarnição do 1º BPM com apoio da força tática, deslocaram até a BR-364 KM 22 em um local conhecido como banho do taboca.

No referido local se depararam com alguns suspeitos transitando em uma caminhonete S-10 de cor preta, que na abordagem ao veículo entre os suspeitos estavam os foragidos JOSE JUNHO TORRES DE BRITOS e MIRIAN FERREIRA DA SILVA, líderes da organização criminosa que praticaram o delito no banco do brasil de Urupá.

JOSÉ JUNHO TORRES DE BRITOS é considerado bandido de alta periculosidade e era um dos bandidos mais procurados no estado, sua especialidade é o cometimento de crimes contra instituições financeiras

Na residência dos presos a polícia localizou armas e ainda 02 jaquetas camufladas do exército. E conforme investigações da polícia civil no dia do arrombamento no banco do brasil um dos bandidos estava com uma jaqueta do exército, além disso o veículo S-10 é bem semelhante ao utilizado também no crime, todos os objetos foram apreendidos.

Após os procedimentos de praxes os presos foram conduzidos para a central de flagrantes, onde após os procedimentos de praxes foram conduzidos ao presidio e permanecem a disposição da justiça.

Matéria: urupa190
Fotos: urupa190

capa

Veja também

Publicidades